Rejuvenescimento íntimo: tudo o que você precisa saber sobre o procedimento
17/05/2021

Geralmente, a partir dos 30 anos, nosso corpo começa a passar pelo processo natural de envelhecimento e, com isso, nossa pele vai produzindo menos colágeno, o que a torna mais flácida. Naturalmente, essa ação atinge todas as partes do nosso corpo, incluindo a região íntima feminina – vulva e vagina. Antigamente, esse assunto era uma barreira, até mesmo entre as próprias mulheres.

Porém, hoje em dia, a medicina vem desenvolvendo muitas maneiras de melhorar a saúde íntima feminina, fazendo com que essas técnicas se tornem cada vez mais populares. Sabemos que o bem-estar feminino é uma questão essencial e, por isso, os  procedimentos estéticos  de rejuvenescimento  da região íntima estão se tornando um sucesso entre as mulheres de todas as idades. 

Esse procedimento, que pode ser feito apenas por questões estéticas ou para melhorar a saúde da região íntima, traz vários benefícios ao paciente, a seguir explicamos alguns deles, bem como as principais indicações e técnicas que podem ser utilizadas.

Laser intravaginal

Com o passar do tempo, é comum sentirmos as mudanças no nosso corpo e a região íntima também passa por transformações. O procedimento de rejuvenescimento na região intima é indicado em várias situações, como: auxiliar na falta de lubrificação na vagina – que pode causar dor na hora das relações sexuais; na melhora do trofismo da mucosa vaginal que se torna  fina e frágil, e às vezes flácida; no tratamento de infecções urinárias e vaginais recorrentes, relacionadas à baixa do nível de estrogênio, e até mesmo para conter a incontinência urinária leve. 

Por consequência, mulheres que se submeteram ao rejuvenescimento íntimo apresentaram melhor qualidade de vida e melhora na autoestima.

Essas técnicas também são muito utilizadas em mulheres que apresentaram algumas mudanças na região íntima, após o parto. O laser funciona causando um dano térmico de forma controlada, em local específico, e com isso estimula o organismo a produzir mais colágeno. 

Outras vantagens que essas técnicas promovem é que o procedimento é pouco invasivo, feito com dermatologista especializado, sem cortes, sem dor, sem queimaduras ou sangramento.

Tratamentos para a região genital externa

O rejuvenescimento íntimo também possui técnicas voltadas a melhorar a saúde feminina na região externa. Com o tempo, nossa pele vai perdendo colágeno e fibras elásticas, resultando em flacidez. Por isso, alguns procedimentos foram desenvolvidos para lidar com esses problemas, como a cirurgia plástica íntima, que corrige o aumento dos lábios da vagina e até mesmo a parte externa vaginal, com preenchimentos que devolvem volume e melhoram a flacidez dos grandes lábios. Essa ultima também pode ser tratada com radiofrequência, lasers e ultrassom microfocado .

Tudo isso em prol da saúde e da autoestima feminina. Até mesmo o problema de escurecimento da pele na região íntima, que acontece naturalmente com o tempo e é agravado por fatores externos como atrito, depilação e infecções, pode ser tratado com peelings e laser.

O rejuvenescimento íntimo apresenta vários procedimentos para melhorar a vida da mulher, tratando dores, problemas na lubrificação da vagina, diminuindo os incômodos sintomas da menopausa, e trazendo mais confiança e bem-estar. Se você quer saber mais detalhes, entre em contato agora mesmo.

Se preferir, nos mande uma mensagem!

    Todos os direitos reservados para Camila Caitano.Desenvolviodo por Salt.